A Polinésia Francesa localiza-se no Pacífico Sul e é formada por 118 ilhas e atóis distribuídos em cinco arquipélagos. Apesar de algumas ilhas serem mais famosas do que as outras é difícil escolher qual conhecer já que todas são maravilhosas. Fizemos boa parte do planejamento deste sabático em uma vinda anterior à Polinésia Francesa, então quisemos incluir mais uma parada neste paraíso no encerramento dele.

Todos os vôos internacionais param em Papeete, a capital, localizada na maior ilha: Tahiti. De lá é necessário pegar vôos menores ou balsas para ir até as demais ilhas. Em nossa vinda anterior ficamos em Bora Bora, ilha com uma montanha ao centro que dá um charme extra à paisagem e em Rangiroa, perfeita para mergulhos com arraias manta, tubarões martelo e golfinhos.

Desta vez optamos por ficar em uma ilha mais próxima do Tahiti: Moorea. O mar é transparente e além dos inúmeros peixes vimos moreias, polvos e tubarões passeando embaixo de nosso quarto.

Não dá para descrever o quanto são maravilhosos o visual e a sensação de estar dormindo sobre o mar.

Na Polinésia Francesa faz calor o ano todo mas tem uma estação seca (de maio a outubro) e uma estação mais úmida (de novembro a abril). Nas duas vezes viemos na estação úmida. Da primeira vez não pegamos absolutamente nada de chuva mas desta vez o tempo estava mais instável e tivemos dias de sol azul e dias com chuva.

Curtimos muito o descanso e a natureza e começamos a conversar sobre nossa volta ao Brasil. Sabemos que não será fácil a adaptação de volta à loucura de São Paulo então estamos começando a nos preparar psicologicamente.


Comente no Facebook!

comentários