Mais do que colecionar cartões-postais, uma viagem deve agregar conhecimento. E poucas aventuras para além de nossas fronteiras reúnem uma imersão tão profunda quanto viajar para o Camboja.

Localizado no sudeste asiático – tornando-se cada vez mais um carimbo certo no passaporte de quem planeja um roteiro de férias pela região -, o país possui uma cultura rica, aliada a um misticismo espiritual que se estende por todo seu território, o que faz dele uma convidativa opção para as próximas férias.

Quer saber os motivos para te convencer a viajar para o Camboja? Descubra no post de hoje!

5 razões para viajar para o Camboja

1. Sua história é um atrativo turístico

O passado recente do país ficou marcado pelo extremismo do Partido Comunista do Camboja, que exterminou cerca de dois milhões de pessoas consideradas ameaçadoras ao bem-estar do partido.

Essa triste história, entretanto, tornou-se uma lição de humanidade pela brava resistência e superação que encanta aqueles turistas que buscam contribuir com o país por meio de um voluntariado no exterior, bem como aqueles que estão apenas interessados em se aprofundar no DNA desse destino turístico.

2. Seus templos são paradas obrigatórias

Da mesma maneira que países vizinhos, como Tailândia e Laos, concentram templos de proporções épicas e uma rica espiritualidade cultural, viajar para o Camboja também se revela uma experiência extrassensorial.

A começar pelo grande ponto turístico do país: Angkor Wat. Para muitos, é a oitava maravilha do mundo, com aproximadamente mil ruínas de templos, a maioria aberta à exploração. Vale a pena pesquisar antecipadamente os diferentes passeios oferecidos para desbravar o local, que possui mais de 400 km² de área. Definitivamente, um ponto a ser visitado minuciosamente, independentemente da sua orientação religiosa.

3. A capital do Camboja é uma experiência à parte

De museus que resgatam o passado do país a uma vida noturna que se revela versátil para todos os viajantes, a capital Phnom Penh (cuja pronúncia é Nón Pén) tem também outro atrativo: sua fronteira com Laos, Tailândia e Vietnã.

Dessa maneira, é possível viajar para o Camboja e fazer de Phnom Penh sua base central enquanto explora a região. Mas, à parte do atrativo geográfico, a cidade oferece um mergulho em costumes orientais, sem perder o apelo cosmopolita que agrada aos turistas.

4. Suas praias são lindas

Que o sudeste asiático é o destino certo de quem deseja rever os seus conceitos sobre praias paradisíacas, isso muita gente já sabe. O que pode ser novidade é que o Camboja possui belíssimas faixas litorâneas a serem exploradas – algo marcante também no turismo da África do Sul.

E o local certo para isso é a região sul: Sihanouk Ville. Lá, os excessos são bem-vindos, começando pela colorida e exótica gastronomia local, e terminando à beira-mar, em um encontro globalizado sem hora para acabar!

Próxima a esse balneário, a ilha de Koh Rong é um atrativo natural de pouca infraestrutura turística, e por isso mesmo tornou-se o xodó de viajantes aventureiros, com diversas trilhas, pontos de mergulho e muita natureza ao redor.

5. O Camboja é econômico

Quem já pesquisou viagens pelo sudeste asiático deve ter se deparado com a informação de que tudo é muito barato, em parte pelo câmbio pouco valorizado. No Camboja, não é diferente. O país, inclusive, aceita dólares para praticamente tudo, o que facilita as transações sem que você tenha que usar a moeda local.

Por essas e outras, acredite: viajar para o Camboja pode ser uma experiência que vai mudar a sua vida – e o melhor de tudo, sem gastar muito!

Procura outros destinos turísticos que proporcionem uma jornada similar – com mescla entre uma cultura riquíssima, misticismo, aventura e muita história para contar? – então confira também o post que explica por que viajar para o Peru.


Comente no Facebook!

comentários