Além do contato deslumbrante com a biodiversidade, com um povo extremamente acolhedor e rico em várias culturas, viajar para África do Sul vai muito além dos tradicionais safáris voltados a quem ama animais.

Existem roteiros alternativos com passeios a locais maravilhosos e com diversos atrativos, englobando música, esportes radicais, gastronomia e, claro, os tão famosos safáris. Preparamos neste post algumas dicas de locais imperdíveis na África do Sul. Em outro post contaremos mais detalhes de nossas aventuras por lá.

Venha conosco e já comece a programar esta viagem de muita emoção recheada de momentos de pura adrenalina e contato com a natureza!

Safáris: embarcando na selva

Com total segurança por conta da supervisão de guias locais, as visitas aos safáris dentro dos parques nacionais é o carro-chefe do turismo na África do Sul. As acomodações são muito confortáveis, rústicas e se entrelaçam com o clima da savana.

Fora isso, observar de perto a rotina natural dos animais selvagens, como leões, elefantes, girafas, leopardos, hienas, crocodilos, dentre muitos outros, é imperdível e marcante. Suas recordações serão emocionantes e com fotos para lá de especiais.

Nos parques do país também há uma boa abertura para a prática de trekking e mountain bike, em locais devidamente permitidos. Sem falar nos espaços para trailers.

Cidade do Cabo: mergulhando ao lado de tubarões

As paisagens se destacam na cidade com clima mediterrâneo aos pés da Table Mountain, atingindo mais de 1.000 metros de altitude. Para os apaixonados por trilhas não faltam opções. São mais de 500, sendo todas guiadas, reservando aos turistas visuais de encher os olhos.

Fundada pelos holandeses, a Cidade do Cabo (Cape Town) é a capital legislativa da África do Sul e tem atrações para todos os gostos, principalmente em ecoturismo, praias e esportes de aventura.

Mergulhar ao lado de tubarões brancos, principalmente nos meses mais propícios para aparições dos animais, como de maio a outubro, é uma experiência muito procurada em Cape Town.

Mergulhando em gaiolas, os turistas ficam lado a lado do principal predador dos mares. Os barcos partem de Gansbai, que fica a 2h30 da Cidade do Cabo.

Johanesburgo

Sendo a maior cidade da África do Sul, com 4,4 milhões de habitantes, também é o núcleo cultural do país. Com um aeroporto internacional, muita gente faz escala em Johanesburgo antes de partir para outros destinos. E encontra nos roteiros de museus, restaurantes e no zoológico local diversões para toda a família.

A música regional e local toca nos centros culturais, principalmente sob influência dos artistas que se dividem em apresentações sob as vozes da diversidade étnica e religiosa.

Vinícolas: o sabor do prazer

Conhecer as inúmeras vinícolas ao longo da África do Sul alia turismo com história. Cada cantina tem produção própria herdada por gerações de várias famílias. São mais de 133 mil hectares de vinhedos em diferentes localidades, como Cidade do Cabo, no seu subúrbio conhecido como Constantia, Paarl, Stellenbosch, entre outras.

Em um clima romântico, as fazendas proporcionam ainda belas paisagens, que podem ser contempladas em caminhadas ou rolês de bikes. Um convite que merece ser atendido!

Gostou das nossas dicas? Então deixe o seu comentário!


Comente no Facebook!

comentários