De Sarria a Palas de Rei: 47 Km (dividimos em duas etapas: Sarria a Portomarín 22 Km e Portomarín a Palas de Rei 25 Km)

Não existe caminho fácil a Santiago de Compostela!

Para nós, estes últimos dois dias foram relativamente leves: baixa quilometragem, temperaturas agradáveis e terreno sem grandes subidas e descidas. Porém, já andamos mais de 650 Km até chegarmos aqui, acho que já pagamos boa parte de nossos pecados e nossas pernas já acham que andar, ao menos 5 horas por dia, faz parte da vida… O pior já passou, nós sabemos o que passamos nos primeiros dez dias.

Já nossos novos companheiros de caminhada não pensam o mesmo. Os peregrinos que acabaram de começar estão no auge do sofrimento, vemos pessoas mancando por todo lado. Com exceção de alguns atletas profissionais, ninguém está acostumado a andar durante tantas horas seguidas por vários dias. O Caminho realmente exige esforço e entrega de todos que se propõem a fazê-lo, seja por 100 ou 1.000 Km, fica a critério de cada um escolher o seu desafio.

Nossa rotina não se alterou, mas ainda estamos nos acostumando com o grande aumento no número de peregrinos. Minha dica, principalmente para quem vai fazer os últimos 100 Km, é fugir do verão europeu (julho e agosto). Caso contrário, a experiência de caminhar em paz e curtir os sons da natureza não será 100% alcançada.

Em Portomarín visitamos uma igreja do século XII que foi desmontada e reconstruída, pedra por pedra, de um local a outro da cidade. Isto porque na década de 60 foi construída uma hidrelétrica na região (Belesar) e toda a cidade antiga ficou submersa, com exceção de alguns edifícios históricos, que mudaram de endereço.

Dormimos em Palas de Rei e estamos agora a 67 Km de Santiago de Compostela!


Comente no Facebook!

comentários